Gamers! O anime que merece medalha de ouro?

Uma história que gira em torno de certos alunos e um hobby: Jogar!

Assim começamos com Gamers! e como o título já diz, o personagem principal Keita Amano é apaixonado por jogos. Seu amigo Uehara, secretamente um gamer, acredita que sua vida é perfeita. Temos também Tendou Karen, a garota mais popular do colégio, secretamente presidente do clube de videogames, no qual acaba convidando Keita para entrar. E já temos nosso enredo literalmente em jogo.

Adaptação de uma light novel de romance mais leve, o anime mostra perfeitamente como os adolescentes se comportam na vida real. Jogos, o amor, aprendizado e similares: são todas fases que passamos na vida real e Gamers! se destaca na representação fiel desses conceitos na série.

O anime realmente se conecta com o coração dos gamers por diversas ocasiões junto de seu ponto de vista. Sem clichês e tentando mostrar ao máximo a realidade. No início, cria a impressão que o foco seria no clube de jogos, mas já no segundo episódio a história mostra um caminho diferente. Os dois primeiros episódios são normais, nada de surpreendente. A partir do terceiro que o enredo acaba mostrando em alguns desentendimentos. E são exatamente estes mal-entendidos que levam a toneladas de drama, comédia e formam um pentágono amoroso. As impressões erradas entre os personagens, imaginando de maneira equivocada o que cada um pensa do outro criam cenas hilárias que me fizeram rir do início ao fim. São poucos os animes que conseguiram tal conquista.

Outro ponto positivo é o desenvolvimento dos personagens: Karen e sua gradual mudança causada pelo amor, se sentindo atingida e confusa é uma das assertivas da obra. As outras personalidades vão aparecendo conforme o avanço da história. Hoshinomori, a gamer tímida e opinativa. Uehara Tasuku, o jogador tímido que virou popular e Aguri, sua pseudo-namorada sempre imaginando as situações de maneira equivocada. Tudo muito bem encaixado com o que o anime queria trazer para o scoreboard.

A obra como um todo é boa: seja a trilha sonora, enredo e a animação. Quem merece destaque é o diretor Manabu Okamoto que conseguiu fazer uma adaptação melhor que o original, com um time de comédia ideal e elementos visuais no momento certo. Estou surpreso com Gamers! que para mim foi o melhor anime da última temporada.

P.S. Como o final ficou em aberto só me resta torcer por uma nova temporada.

E não se esqueça de compartilhar!

Gabriel

Programador, Redator do Amefuri, apaixonado por séries, jogos e animes, não respectivamente nessa ordem.