Vale a Pena? Mahouka Koukou no Rettousei

Yo Minna-san! Katreque aqui! Hoje trazendo mais um quadro para vocês: É o Vale a Pena? 

O quadro é basicamente o Review que estamos acostumados a ter aqui no Amefuri, mas com uma opinião mais pessoal junto com um nome novo. (xD) O anime em questão desta vez é Mahouka Koukou no Rettousei.

Baseado numa Light Novel japonesa muito famosa, que ficou no mesmo ranking de vendas de Sword Art Online em 2014, finalmente ganhou uma adaptação para Anime. Mahouka Koukou no Rettousei, em uma tradução mais livre, seria algo como “O Excepcional na Escola de Magia”. Pelo título podemos perceber basicamente o gênero que estamos lidando. Magia, ação, uniformes escolares, um pouco de sangue, complexo entre irmãos, um personagem principal Boss demais.

Vamos pular agora para a ficha técnica:
 

 

Possui 26 episódios + 6 OVAs.
Foi exibido do dia 6 de abril de 2014 até o dia 28 de setembro do mesmo ano.
Produzido pela Madhouse e a Aniplex.
Dirigido pelo não tão famoso Manabu Ono, o mesmo diretor de Hellsing.
Originalmente escrito por Tsutomu Satou.
Openings de LiSa “Rising Rope” e GARNiDELia “Grilletto” e Endings de ELISA “Milenario” e Rei Yasuda “Mirror”.
A Light Novel está no volume 15 e ainda está em lançamento. O mangá do primeiro arco já foi finalizado e o dos seguintes arcos continuam em lançamento.

Personagens Principais:

Por terem vários personagens (muitos mesmo) na história, que possuem sua importância mas que não deixam de ser apenas “auxiliares”, irei desta vez fazer uma analise, contudo mais completa, sobre os nossos dois personagens principais.

Tatsuya Shiba – O personagem principal do anime. Sempre frio, calculista e Over Powered, seus objetivos estão focados na resolução de mistérios da engenharia mágica. Além de ser Taurus Silver, um genial inventor de equipamentos mágicos, é o filho mais velho do Clan Yotsuba, no qual serve como guardião de Mayuri, sua irmã mais nova. Tatsuya nasceu sem habilidades mágicas, mas graças a uma magia proibida utilizada por sua mãe quando era pequeno, passa a poder utilizar magia, mas apenas nos seus níveis mais básicos. Por causa disto, Tatsuya perde a capacidade de sentir emoções fortes. (A não ser por sua irmã, pela qual tem um complexo amoroso e vice versa.) E ganha algumas habilidades extremamente poderosas que são mostradas no decorrer do anime. (O que o transforma no Final Boss logo de inicio.)

Miyuki “Snow Queen” Shiba  – A irmã mais nova de Tatsuya. Atrai atenção por onde passa por causa de sua beleza, é modesta e acolhedora e defende seu irmão sempre que pode. É uma maga extremamente forte e genial, no qual foca a mudança de temperatura com seu trunfo, principalmente transformando-as em gelo. Por Tatsuya ter a salvado, Miyuki passa a ter sentimentos que vão além de seu parentesco, no que cria um complexo amoroso dela por seu irmão. (Fiquem calmos, basicamente não tem Ecchi nenhum, talvez uma calcinha ou sutiã a mostra mas é muito pouco. Infelizmente. xD)

Enredo:

A história se passa no futuro. Mais ou menos um século depois dos dias de hoje, em 2095. A magia deixou de ser algo místico para se transformar em um novo conceito tecnológico. É primavera e está em início um novo ano escolar. Os irmãos Tatsuya e Miyuki Shiba acabam de entrar na Primeira Escola de Magia e é nesse cenário que o princípio da história se desenrola. Dentro dessa Escola, os estudantes são divididos em dois grupos. Os do primeiro curso, também conhecidos como “Floridos/Floração/Ou como desejar chamar” e os do segundo curso a.k.a. “Erva Daninha”. Essa separação é feita pela nota de cada um em relação ao exame de ingresso. Tatsuya ingressa como um Erva Daninha enquanto sua irmã como Floração.

Basicamente essa é a introdução do primeiro episódio. Logo de cara deparamos com um Character Design muito bonito, com partículas e animações muito agradáveis e bonitas de se ver. Entretanto, podemos observar que nesse primeiro episódio existem dois problemas. Com uma introdução dos personagens um tanto quanto rápida e até confusa dentro de um contexto meio que jogado fez com que Mahouka fosse dropado por muita gente logo de cara. Mas é algo que é resolvido logo no episódio seguinte, no qual consegue manter um bom ritmo mas sem aquele sentimento de corrida e permanece assim até o final. O segundo ponto é em relação as magias e suas explicações. Simplesmente são jogados siglas e nomes específicos de magias que você fica tipo “WAT!?”. Para que isso não ocorresse, foram lançados os seis OVAs do anime, que funcionam como um sumário dessas siglas e termos. Então recomendo que assistam os OVAs primeiro para não ficarem do mesmo jeito que fiquei. (Kkkk) Também é algo que você vai aprendendo conforme o andamento do anime, que passa a entender melhor o que cada um é. Apesar desses dois problemas no início, o anime não deixa de dar aquela vontade de assistir o próximo episódio para ver o que acontece.

No segundo episódio já temos uma noção do que será do primeiro dos nossos três arcos. Chamado de Matrícula, ele tem aquela função mais introdutória, mostrando os personagens, suas funções e poderes. Também podemos perceber que logo de cara, nosso personagem principal é Like a Boss e nos faz questionar o por que dele estar no segundo curso. No meio deste arco, temos a introdução dos grupos da sociedade e terroristas contra magia e que possuem certas “ideias” com relação a escola. E como plano de fundo, vamos bem aos poucos descobrindo detalhes da história que envolve os irmãos Shiba.

Como segundo arco, temos A Competição das Nove Escolas. Particularmente, é o melhor arco. Depois de se mostrar extremamente forte e misterioso, descobrimos um oponente a altura de Tatsuya, que aparece durante um evento esportivo que envolve as nove escolas de magia do Japão. Nesse momento, já podemos perceber que o foco do enredo muda um pouco, ficando um tanto mais agressivo e com aparições de organizações criminosas contra magia.

No terceiro e último arco temos Distúrbios em Yokohama. O terceiro arco se envolve em outra competição escolar, mas desta vez é intelectual. Contudo, essas organizações criminosas e terroristas entram em ação de maneira concreta e tentam, a força e da maneira mais letal possível, obter o poder. É neste ponto que mais detalhes, apesar de serem ainda poucos, foram liberados sobre o casal de irmãos. E é também nesse momento que podemos afirmar que Tatsuya Shiba é quase um Deus, Super Sinistro, Final Boss, Vence Todo Mundo. (Kkkkk)

Ao final do anime, o foco central dos arcos é concluído mas a real história ainda fica bem aberto. Mas pela maneira que terminou, essas respostas devem ser todas respondidas numa provável Segunda Temporada.

E então, Mahouka Koukou no Rettousei, vale a pena?

*Tan tan tan tannnnn!!!* E a resposta para essa pergunta é: (Voltamos depois dos Comerciais. xD)

Sim! Vale a Pena! Apesar de apresentar seus problemas de introdução e durante seu desenvolvimento para mostrar qual era o real foco do enredo, não desapontou com seus arcos, personagens bem desenvolvidos, animação e trilha sonora. (LiSa e GARNiDELia! GG) Afirmo que dá sim, vontade de desde o início, querer assistir o que acontece depois, mesmo o final não sendo o mais conclusivo que podíamos esperar. Então minha nota para Mahouka Koukou no Rettousei é 8,0! Cravadinho!

Yo Galera, espero que tenham gostado deste nosso novo quadro. Demorei um pouco para postar, até porque deu bastante trabalho fazer e somado com a faculdade, meu tempo quase que sumiu mas está aqui! Não se esqueçam de deixar suas opiniões, dicas, criticas, se vão assistir ou não, aqui nos comentários ou na nossa Page do Facebook. Muito obrigado a todos que chegaram aqui, nesse longo post e até a próxima! Katreque is Out!
E não se esqueça de compartilhar!