Primeiras Impressões! Violet Evergarden

Violet Evergarden, a série mais aguardada desta temporada está finalmente em exibição. Reunimos nosso time de especialistas do Amefuri: Katreque, Rias e Suco de Goiaba para falar sobre as primeiras impressões desta obra tão esperada.

Katreque: Um bom anime é formado da harmonia entre seus atributos, e a direção artística com certeza está inclusa na lista. A Kyoto Animation é um estúdio com histórico grandioso quando comparado a qualidade de seu design, animação e trilha sonora. E Violet Evergarden mantem este padrão. O impacto visual já mostrado nos vídeos promocionais se torna maior, encantando com o nível de detalhes e perfeccionismo adicionado a cada quadro.

Seja nas expressões faciais ou no efeito da água, são essas particularidades somadas que fazem a diferença e criam um ótimo ambiente para quem está assistindo.

Rias: De cara, a animação incrivelmente detalhada e fluída, somada a sua trilha sonora impressionam. Separadas já são um elogio a parte, porém, quando juntas tiram o fôlego. Mesmo já sabendo que seria assim pelos vídeos promocionais, quando vemos no anime, faz com que a história se torne viva.

Suco de Goiaba: A direção fez um bom trabalho nesse início. De maneira consistente, conseguiu transmitir um clima agradável, combinando bem todos os aspectos técnicos junto ao enredo que se mostrou interessante.

Katreque: A forma como o primeiro episódio se desenvolve é muito inteligente. São pequenos momentos introdutórios que conforme o tempo avança, vão se interligando para fechar uma linha de raciocínio, criando uma sensação gostosa de mistério e curiosidade para saber o que está por vir.

A própria personagem principal, Violet, é uma incógnita. Quem é ela? O que aconteceu? O que aqueles belos olhos escondem? E como irá responder uma das perguntas mais emblemáticas da humanidade. São todas perguntas que levam a querer assistir os próximos episódios.

Rias: Como nunca cheguei a ler a light novel mesmo tendo acompanhado a produção do anime em si, foi como cair de paraquedas na história. Estava tentando entender tudo desde o primeiro momento. Me apeguei a Violet quase instantaneamente. Quis entender o que ela era e o motivo de ser assim. Criada como um supersoldado e sem emoções, apenas uma arma para as pessoas a sua volta. Seu único dever era acatar as ordens de seu comandante e lutar.

Suco de Goiaba: Por enquanto, a maior motivação para continuar assistindo, é saber como a protagonista irá lidar com a situação, principalmente em relação as cartas. Justamente porque é a porta de entrada da obra, essa relação da protagonista com as correspondências e como o desenvolvimento de Violet será afetado por isso.

E essa dublagem curiosamente boa?! Novamente a Dubbing Company ataca, mas dessa vez estamos diante de um dos pouquíssimos trabalhos decentes do estúdio.

Rias: Apesar das dublagens de campinas normalmente trazerem temor, nota-se que as críticas influenciaram o estúdio a investir mais e tomar mais cuidado em suas escolhas. A dublagem está bem colocada e as vozes se encaixaram com todos os personagens.

Um episódio que deixou todos com muitas dúvidas sobre o futuro do anime, deixando as pontas soltas para a história que está por vir. Com certeza atendeu minhas expectativas e surpreendeu positivamente. Estou ansiosa esperando os próximos episódios.

Katreque: Com um histórico não favorável e com diversas críticas anteriores, parece que foi o ponto de mudança para a Dubbing. Uma série com nível de dificuldade alto na questão da dublagem, foi feito um ótimo trabalho. Vozes expressivas e o tempo correto conseguiram transmitir os sentimentos certos nas cenas certas.

Ótimo visual com assinatura da KyoAni, trabalho impecável da direção, personagens cativantes,  boa dublagem e uma forma envolvente e misteriosa de começar a série. Tem o potencial de ser uma das melhores séries da temporada e do ano. Tudo vai depender do ritmo que Violet Evergarden irá seguir.

E o que achou desse primeiro episódio? Ou ainda não começou a assistir a série? Deixe nos comentários aqui embaixo e será um prazer em responde-los!

 

E não se esqueça de compartilhar!

Katreque

Renan, mais conhecido como Katreque, é um fã de games e cultura japonesa desde criança. É programador, streamer e diretor do Amefuri Blog.

  • Tunim Senpai

    Povo, por que não em podcast? Quem sabe no futuro em vídeo.
    Se o problema for falar me candidato ao cargo. ;(
    Gostei de como descreveram o anime, por esse motivo, mesmo não fazendo meu gênero assistirei sem dúvida.
    Bom trabalho.
    Bjunda

    • Somos saudosistas com o povo que ainda curte ler matérias assim como nós! Haha Mas estamos trabalhando para poder trazer conteúdo tanto em vídeo e nosso podcast está crescendo cada vez mais!

      Fico feliz que gostou e espero que Violet continue tão bom quanto o primeiro episódio! #Katreque

      • Tunim Senpai

        Brother,
        Não me importo de ler as materias, elas tem que me chamar a atenção, enfim, fico feliz que estejam batalhando pra fazer essas paradas, se tiver um podcast de anime, eu ouviria, tem por ai tem, gosto deles, nhe…
        Quero um pra seguir como sigo o NC ou GAVETEIRO.
        Grande abraço.
        Fico no aguardo do podcast e/ou video.